Sem Fistel Brasil venderia três vezes mais módulos M2M e atrairia indústria nacional, diz Datora

O Brasil encerrou o ano de 2019 com 25 milhões de conexões M2M, mas segundo um estudo encomendado pela Arqia e realizado pelo Instituto Global Data, este número poderá aumentar de duas a três vezes com a isenção do Fistel (fundo contábil, formado pela arrecadação da Taxa de Fiscalização de Instalação (TFI) e da Taxa de Fiscalização de Funcionamento (TFF), cobradas pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel)) .

Há um projeto de lei em tramitação no Senado prevendo a isenção do Fistel e outras duas pautas tributárias para o setor, que consistem na redução de taxas. Estes projetos podem auxiliar a alavancar os indicadores anuais de aquisição e utilização de IoT no Brasil.

Nosso CEO Tomas Fuchs falou mais sobre assunto ao portal Mobile Time.

Clique aqui e confira o artigo na íntegra!

Assine nossa newsletter - ArqiaCadastre-se e receba todas as novidades Arqia.